Marcas do Alcoolismo na vida familiar 1


A dependência alcoólica é uma fonte de grande fonte de sofrimento para a pessoa que tem o vicio e para os que convivem com ela.  A família busca ajudar a pessoa que sofre da dependência de todas as formas porém, o sujeito nem sempre concorda em ser ajudado.

A família, movida por sentimentos de esperança, pena, culpa acaba por levar a situação por muito tempo, ou até, por toda a vida. O difícil é ter consciência do drama vivido e enfrentar as marcas deixadas pelo alcoolismo.

Alcoolismo sempre é marcado por problemas na relação conjugal. Por isso, muitos recuperam-se após processos de separação. Em um relacionamento saudável espera-se atitudes agradáveis e amorosas e um parceiro. No momento que isso não acontece e um dos dois adoece, é um sinal que a relação ficou doente ou mudou de papéis. O sujeito que cuida do outro doente pode virar o pai e a mãe, deixando se ser marido, mulher.

A complexidade do alcoolismo acontece pela troca de papéis, inconsciente, e o amor adoecido contamina a todos na família gerando graves sequelas na psique. São pessoas que crescem sem acreditar no amor, e sem construir uma auto estima fundamental para sentir-se bem na vida.

As crianças que convivem neste ambiente disfuncional constroem formas de negação e evitação do problema. Acreditam nas promessas de mudanças e nos pedidos de desculpa por um tempo, até darem-se conta, na vida adulta, que não adianta querer mudar o outro,  a mudança precisa vir de dentro. Isso pode distanciar pais e filhos no sentido do filho ter aversão ao comportamento destrutivo familiar.

O alcoolismo afeta a infância de forma significativa e isso influencia no presente, principalmente o afeto, relacionamentos, auto estima e sentimento de culpa. É comum filhos de pais com esta dependência, nutrirem uma depreciação de si mesmos, não acreditarem em si, podendo ser introvertidos e terem a sensação de não serem merecedores de amor e felicidade.  Muitos procuram a terapia para reverem estas questões e superar traumas.

Pessoas que cresceram convivendo com o alcoolismo terão dificuldades de auto estima em sua vida adulta e o maior desafio será a construção de um relacionamento amoroso duradouro e saudável. Muito preocupadas com a opinião dos outros, podem usar mascaras sociais para agradar porém no fundo estão sempre insatisfeitas e irritadas.

O melhor tratamento para alcoolismo e dependências químicas são internação e psiquiatria. O suporte psicológico é dado aos familiares para se recuperarem psicologicamente do trauma.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Marcas do Alcoolismo na vida familiar

  • Edson

    Parabenizo pelo tema, é um assunto muito importante e deveria ser mais abordado na sociedade. Minha familia tem tres gerações de alcoolismo e drogas, as marcas ficam para toda a vida, é muito triste ver um familiar destruir-se pelo alcool e não poder ajudar.