A importância do Amor Próprio 1


A importância do Amor Próprio

A maioria das pessoas chegam na psicoterapia mostrando sentimentos de confusão, indecisão, arrependimentos desejando aprenderem a viver a seu favor.

Muitas pessoas buscam amor,reconhecimento, amizade em outras pessoas e conquistas materiais, sociais, acadêmicas. Isso é parte importante do desenvolvimento e progresso durante a vida porém não pode tornar-se a razão unica de viver.

Quando se abre mão de felicidade e qualidade de vida para manter um falso padrão de estabilidade ou por medo de fazer mudanças, é um sinal para repensar sua relação consigo mesmo.

Aprender a ficar sozinho(a), saber o que te dá prazer e permitir-se vivencia-lo, saber dizer não, ter objetivos a curto-médio e longo prazo, valorizar-se, cuidar de si: mente-corpo-espirito são essenciais para o bem viver.

As pessoas que não sabem da importância de cuidar de si próprias e não tem esse hábito podem viver em função dos outros, como cônjuge, família, trabalho, tornando-os um objetivo de vida. Porém, com o tempo, os relacionamentos tornam-se pesados, sufocantes e o individuo percebe-se triste, com sentimentos de melancolia, angustia e vazio sem entender o que esta acontecendo.

O sentimento de vazio ocorre pela profunda falta de conexão com a própria psique, deixada de lado e que tentou ser preenchida por mecanismos externos. Pode ser que essas pessoas nunca tiveram um tempo para pensar em suas vidas, em tirar um tempo para curtir o que gostam e permitirem-se tomar decisões boas para si mesmas e para as pessoas de seu convívio.

Para conhecer a si mesmo e desenvolver amor próprio é preciso ouvir as próprias emoções, sentimentos, intuições, necessidades da alma-mente e corpo. Na idade adulta, sintomas emocionais (angustia, infelicidade, insatisfação, tristeza, desmotivação, ansiedade, pânico), mentais (cansaço, fadiga, letargia) e físicos como doenças e perda de libido são ótimos alertas para chamar a atenção da necessidade de cuidar de seu emocional.

A psicoterapia é uma vivência de encontro com suas emoções.  A medida que você se escuta, se percebe, reflete torna-se capaz de viver com mais amor, carinho, autenticidade. Assim, os relacionamentos se fortalecem. As conquistas externas passam a ser apenas conquistas e não mais a principal fonte de auto estima. O amor próprio gera gratidão que facilita viver bem, consigo e com os outros.

Permita-se.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “A importância do Amor Próprio

  • Carvalho

    Eu sempre tive medo de ser bem sucedido, não sei lidar com concorrencia, fico para trás… acho que tem a ver com o seu texto, auto sabotagem… nunca tinha pensado nisso. Obrigado…